menu
Topo
Tempero

Tempero

Categorias

Histórico

Com que limão eu vou? Veja como usar duas variedades que fazem mais sucesso

Claudia Lima

13/11/2018 04h00

Foto: iStock

Parece que o verão finalmente resolveu dar as caras. E com ele chega a hora de consumir  frutas mais leves, que refrescam e dão vida a um prato de todo dia. Nas opções cítricas, o limão é o maior coringa da cozinha.

Dentre as tantas variedades de limão existentes no mercado, a mais popular é o tahiti: casca verde escura e sabor ultra acentuado, que reina na cozinha brasileira. Fora do Brasil é considerado exótico, usado bastante em drinks como a margarita, mojito, acompanhando a cerveja ou no ceviche — que não é nada sem seu suco ácido. Além de cozinhar o peixe, o caldo deste suco resulta em outra iguaria, chamada leche de tigre.

No Brasil, o tahiti faz a festa: ele é a estrela-mor da caipirinha, dos bolos despretensiosos no final da tarde e da famosa torta de limão, feita com um creme à base de leite condensado e coberta com merengue. Já nos pratos salgados, o limão aparece mais como tempero para peixe, em rodelas sobre o frango ou dando brilho a um espaguete com creme de leite.

Primo rico

O maior concorrente do tahiti hoje em dia é o siciliano, de casca amarela e origem italiana, e que se tornou bastante popular no Brasil.

Nos países frios, ele é chamado de limão verdadeiro e carrega o status do nosso tahiti. Como tem sabor mais suave, ele é usado inteiro, do sumo à casca, sem medo, em pratos salgados e em uma infinidade de sobremesas, sem contar drinques, como a caipirinha e gim tônica, por exemplo.

O sumo do siciliano vai bem no risoto e em massas como fetuccine, dá graça ao famoso bolo de nada, fica chique no recheio de tortas ou dando um toque cítrico no cheesecake ou simplesmente como uma singela limonada. Ou faça como os italianos: experimente adicioná-lo ao suco de laranja e terá a melhor bebida do mundo!

As raspas da casca vão bem em praticamente todas as preparações, mas atenção: ao raspar, use apenas a parte amarela, ou corre o risco de amargar feio sua refeição. Cristalizadas, servem como acompanhamento do cafezinho ou como decoração de sobremesa.

E tanto tahiti quanto siciliano podem virar um delicioso picolé feito em casa, com álcool ou sem — você decide. É a pedida perfeita para refrescar dias quentes.

Ficou inspirada(o)? Veja mais receitas com limão!

Hibiscus Lemonade
Mojito
Salmão no Papillote
Risoto de Limão Siciliano, Camarão e Aspargo

Sobre a autora

Jornalista formada pela PUC-SP, Claudia Lima sempre esteve às voltas com as panelas e música. Trabalhou em veículos como Folha de S. Paulo, Revistas Tpm e Trip, Gol e Veja São Paulo. Criou e coordenou o canal de notícias e receitas UOL Comidas. Hoje, resgata suas memórias com sua empresa "Doces Bárbaros da Clo", especializada em bolos e sobremesas.

Sobre o blog

Um espaço para quem ama saber novidades da gastronomia e quer aprender a fazer receitas simples, práticas e gostosas. Sem afetação!